31 agosto 2010

Rir com quem ri... chorar com quem chora


Por Leonardo Gonçalves

Sábado Carlos casou. Não oficiei a cerimonia, mas foi quase isso. "Preguei" na boda, e me alegrei com eles.

Ontem Elias morreu. Ele tinha dois anos; a mesma idade do Ravi. Os pais dele tem a mesma idade que eu e Jonara. Estive com eles ontem e hoje, e acabo de chegar do cemiterio, onde preguei o sermão mais difícil da minha vida.

Tentei não chorar, mas lembrei da exortação biblica para se alegrar com quem se alegra e chorar com quem chora. Havia aprendido que o oficiante não deve se emocionar ou chorar, mas pensei que se fosse comigo, eu gostaria muito que meu pastor chorasse tambem, demonstrando se importar com a minha dor. Se Jesus chorou diante do túmulo de Lázaro, por que razão eu não tenho direito de me comover pela morte de Elias? Não, eu não sou "mais homem" que Jesus, por isso permiti que as lgrimas rolassem por um momento.

Ontem, 30 de agosto, completou um ano que meu avô morreu. Não pude estar lá para confortar meu pai, mas hoje confortei alguém que até bem pouco tempo atrás não conhecia.

Uma vez alguém me perguntou o que é ser pastor. Na época, não soube responder. Se hoje me fizessem a mesma pergunta, eu diria que é "rir com quem ri e chorar com quem chora", o que síntese, é bem mais simples do que me ensinaram no seminário. Mas, ao mesmo tempo é tão complicado!

Que Deus ajude os pais do pequeno Elias. E que ele me ajude também.

2 comentários:

Natan disse...

Além de ser pastor, isso é ser humano, ser cristão..

Fique na Paz...

Leonardo Gonçalves disse...

Amém, Natan.

Postar um comentário

 

Copyright © 2010 Pastor Leonardo Gonçalves | Blogger Templates by Splashy Templates | Free PSD Design by Amuki